Se há um filme que merece ser visto mais de uma vez, é este. Nos primeiros minutos é inevitável ficar com o corpo completamente arrepiado e ser movido por uma energia acrescida de aplausos e muita emoção. Para quem conhece as trilogias antigas da saga vai amar as referências aos filmes antigos citadas em todo enredo, sem contar a atuação dos atores Harrison Ford, Mark Hamill e Carrie Fisher.

Os personagens R2-D2 e Chewbacca também voltam para ficar e fazer história. Mas como nem tudo são flores, reuni em dois tópicos minha opinião sobre o filme. Algumas cenas deixaram a desejar informações, outras até arrancaram lágrimas de tristeza.

  • O que amei:
  1. Rey Essa mulher é demais. Ao ver a garra dela em todo filme, é como se estivesse assistindo Anakin novamente.
  2. Han Solo e chewbacca juntos não tem preço – é épico.
  3. Han Solo e Léia juntos novamente: aqueles olhares e brincadeiras fazem a diferença.
  4. Efeitos e super produção – foi perfeito.
  5. BB8 Quero um desse. Um robô com sentimentos, inteligência e bom humor, melhor pra quê?
  • Críticas:
  1. Darth Vader teve história. Na trilogia antiga pudemos acompanhar todo seu trajeto para o lado negro, seus motivos e sua inclinação para o lado sombrio da força. Ele foi treinado, desenvolveu seu poder e causou temor em toda Galáxia. E então, na nova saga temos o Kylo Ren, um dos líderes da Primeira Ordem, treinado para se tornar jedi por Luke e foi atraído para o lado negro da força. Nesse momento fiquei me perguntando, atraido porque? Qual foi sua inclinação? Querer assumir o lugar de Vader, sendo que Vader voltou para o lado dos jedis antes da morte? Gostaria de um vilão mais forte, com motivos consistentes tão quanto os de Vader. Faltou história do vilão (na minha opinião).
  2. Rey acaba de descobrir a força. Nunca teve treinamento, instrução e acreditava que os jedis eram lenda. De repente ela se torna tão poderosa que assusta Kylo, que foi treinado por Luke. Por maior que seja a força nela, em todos os filmes da saga a força precisava ser aprendida. Rey derrotar Kylo de primeira me fez pensar que Kylo é um vilão fraco ou, que no próximo filme, a força que há em Rey será uma explosão de poderes na nova saga, de maneira que nunca houve um jedi com tal poder. Será?
  3. Han Solo morreu. Essa não preciso explicar – triste e sem celebração ou luto. Ele merecia ao menos um funeral como o de Padmé Amidala, no filme a A Vingança dos Sith.

Estou ansiosa para ver o próximo filme da saga que estreia em 2017. Espero que ele esclareça mais sobre a vida de Luke enquanto ficou desaparecido, que ele revele se realmente Rey é filha de Luke e se Kylo terá ainda chances de voltar a ser um jedi.

E você jovem jedi, qual parte do filme você mais gostou? Teve algo que deixou a desejar para você?

Que a força esteja com você.

Beijos,

Juliana Torres

Compartilhe