Há quem pense que casamento é mar de rosas, paixão constante e harmonia o tempo todo. A verdade é que casar é viver uma grande aventura. É entrar por um caminho de descobertas sem volta, onde cada experiência te fará descobrir um novo eu.

No casamento a paixão divide o espaço com o amor – sentimento que surge quando conhecemos a pessoa na essência, aprendemos a lidar com seus defeitos, aceitamos suas diferenças e, fazemos dos problemas de convivência um alicerce pro crescimento pessoal. Não é que não haja paixão, na verdade, ela aumenta e muito. O que muda é a maneira que lidamos com ela.

Na vida de casado é onde você pode explorar cada detalhe da paixão, explorar o corpo do seu parceiro de maneira a tornarem-se um. Fazer a fantasia e fetiche de um, se tornar a diversão dos dois. Isso no namoro é causa, no casamento é consequência – em outras palavras: é natural.

paixao

Mas, que isso não seja a razão pelo qual você se case. Na hora das dificuldades e enfermidades, a paixão fica tímida e o amor é quem leva a bagagem.

Case-se porque você está ao lado de uma pessoa que te aceita como você é, porque no dia a dia as máscaras caem e ninguém merece passar uma vida fingindo ser outra pessoa pra fazer outra feliz. A única maneira de ser feliz a dois, é se aceitar e ser feliz sozinho.

feliz

Entregue sua vida a alguém quando tudo com ela for melhor do que com qualquer outra pessoa. Quando dividir com ela signifique somar. Diga sim, quando ao lado dela tudo pareça ser mais simples, quando dar as mãos signifique criar laços.

Case-se pra cuidar do seu parceiro. Não que ele precise, mas por amor. Faça pelo prazer de vê-lo sorrir, pela alegria de sentir o perfume dele pela casa, pela satisfação de facilitar o dia da pessoa amada. Una forças, aprenda a crescer, aceite as mudanças, adquira hábitos, afinal casar também é amadurecer.

casar

Esteja certo de não deixar a pessoa certa ir embora. Não tenha medo de casar, porque casamento significa deixar uma vida incrível a um, pra unir dois caminhos e criar uma nova vida extraordinária a dois. São duas experiências, duas formas de alegria, duas linhas de pensamento, pontos de vista e experiencias de vida unidas com um só proposito: fazer o outro feliz.

casamento

Por último: case pra fazer dar certo. Não é fácil viver a dois, mas com toda certeza vale a pena. É um grande passo e pode ser o melhor da sua vida, desde que os dois estejam olhando para o mesmo lugar.
Dúvidas vão existir e o medo sempre as acompanha. Que você possa enfrentar seus medos e inseguranças e se for para se arrepender nessa vida, que seja dos excessos.

Com amor,

Juliana Torres

 

Compartilhe