Os dentes do Siso, também conhecidos por “dentes do juízo”, são os últimos molares a nascer. Eles demoram cerca de seis anos para serem formados e costumam aparecer a partir dos 17 anos de idade. Algumas pessoas podem ter problemas com o nascimento deles, seja pela posição (inclinação) ou por falta de espaço.

Para esses casos é importante consultar um profissional renomado, para auxiliar nos cuidados com os dentes e verificar a solução mais adequada para cada caso especifico.

Recentemente tive problemas com dois de meus sisos, onde um deles veio a infeccionar. A solução para mim foi a extração do conjunto de sisos do lado esquerdo. Resolvi então, compartilhar com vocês algumas informações que me ajudaram nesse processo:

  • Cuidados para a extração:

No meu caso, fiz uso de antibiótico por sete dias, extraindo os dentes no segundo dia de administração do medicamento. Para ajudar com a diminuição da inflamação, coloquei algumas vezes por dia, uma quantidade pequena de sal sobre o local lesionado antes da extração.

Quatro vezes por dia, fiz bochechos com um produto chamado PerioGard (versão sem álcool), diluído em água morna. Os bochechos foram feitos até o dia da extração e retomados dois dias após.

  • A cirurgia dói?

Não. O dente que não estava infeccionado foi muito tranquilo, tanto a extração quanto a recuperação. Já o que estava machucado, ficou dolorido no pós-cirúrgico apenas nos dois primeiros dias – nada que um analgésico não resolvesse.

Além de indolor, a cirurgia foi muito rápida e tranquila. No final, ainda trouxe meus dois dentões lindos para a casa.

  • É caro?

Não. O dente de baixo custa um pouco a mais do que o superior. Em geral, sai bem mais em conta do que um tratamento de cárie, por exemplo. Para mim, custou em média R$ 700,00 os dois dentes, mais o valor dos antibiótico e periogard para higienização. Além da radiografia panorâmica, usada para ver as posições atuais de meus dentes (fundamental para cirurgia), que custou R$ 50,00 – meu exame foi feito e retirado em menos de quinze minutos.

  • Pós – operatório:

Repouso, cuidado e higiene, isso resume os dez dias pós- cirúrgicos. Atividades físicas são permitidas desde que sejam de leves a moderadas. A escovação deve permanecer normal, mesmo porque uma boa limpeza bucal é importante para evitar acumulo de bactérias, principalmente nos dois primeiros dias, onde os bochechos estão suspensos.

Nos primeiros dias, é importante evitar alimentos quentes. Fui instruída a me alimentar apenas com alimentos líquidos, pastosos e frios e evitar grãos em geral. Capriche nas vitaminas, sopas e sorvetes.

  • Remoção dos pontos:

Meus pontos foram removidos nove dias após a cirurgia. Foi muito rápido e indolor. Após a retirada das linhas, ainda fica um pequeno “buraco” no local onde estavam os dentes. Essa abertura não sangra e nem deve apresentar irritações. Na higienização, é importante sempre limpa-la bem, evitando deixar resíduos alimentares no local. Caso seja necessário, use uma pequena seringa provocando um jato de água dentro do buraco para remover qualquer sujeira restante.

Quando meu siso esquerdo inferior começou a nascer, eu senti dor, mas achei que melhoraria. Um conselho que dou se você está na mesma situação: procure um dentista. As dores do siso significam que algo está errado em seu nascimento e elas tendem a ficar cada vez mais intensas. Uma radiografia panorâmica vai mostrar se você possui condições de deixa-lo nascer ou se será necessário uma intervenção cirurgia. Alguns casos em que os dentes ficam difíceis de se higienizar, a extração também pode ser recomendada, para evitar danos maiores a saúde do paciente.

A cicatrização parcial da cirurgia ocorre nos dez primeiros dias, já a total leva cerca de três meses.

Procure um bom médico e boa sorte.

Juliana Torres. 

Compartilhe