Toda pessoa quando casa pensa em formar um lar seguro, cheio de harmonia, paz e estabilidade. Muitas vezes isso inclui filhos, mas outras vezes não.

Ser mãe vai muito além de gerar por nove meses, sentir a dor de um parto e finalmente trazer alguém a esse mundo. Ser mãe é criar, educar, proteger e acima de tudo, delegar a própria vida em prol da felicidade de outro ser. Não é uma tarefa fácil. A maternidade exige maturidade e diferente do que muitos dizem por ai, requer também equilíbrio mental, emocional e financeiro.

Assim que você entra em um relacionamento estável seja ele um casamento ou amasiamento, é muito comum vir a cobrança: “quando vem o bebê”. O engraçado é que ninguém te pergunta se você quer ser pai ou mãe, se você já estruturou sua vida como deseja e até mesmo, como você se sente a respeito desse assunto.
casal

Se você é uma dessas pessoas que adora ver crianças nascendo, assim como frutos dão em árvores venho te dar uma noticia: nem todos querem ser pais e mães.

Essa semana li um texto que passava a seguinte mensagem:

“Você diz que não tem filhos porque a fralda está cara. Mas você sabe qual o valor de ouvir um “mamãe eu te amo?””.

Confesso que fiquei em choque. Quer dizer que algumas pessoas vão determinar o futuro de outro ser baseado na carência pessoal de receber um amor incondicional? Mas, e o amor dessa pessoa com relação aquele ser que poderia ter um convenio médico, um ensino de qualidade, uma família pra chamar de sua, uma roupa pra cobrir no frio, um brinquedo pra chamar de seu ao invés de cobiçar o das outras crianças na escola… Será que em nenhum momento a pessoa pensou que aquele ser incrível e abençoado que disse “mamãe eu te amo”, poderia dar o mesmo amor a ela daqui cinco, ou talvez dez anos, quando ela tivesse condições de suprir as necessidades básicas daquele pequeno ser?
Não sou mãe ainda e não sei quando serei. Não porque não gosto de crianças, mas exatamente pelo contrário. Eu já amo meus filhos, antes mesmo de tê-los gerado. Sei que eles precisam de uma mãe madura pra lhes ensinar, de uma mãe forte para lhes proteger, uma profissional que possa proporcionar a eles a oportunidade de um futuro melhor, uma educadora que possa prover a eles uma boa educação etc.

Outro dia me disseram que penso dessa forma porque não tenho fé, porque Deus tudo provê. Quem leu na Bíblia que Deus tudo pode, deveria ler também a passagem que diz “não tentarás ao Senhor teu Deus” (entenda mais clicando AQUI).

Toda criança merece ser feliz, merece ter infância, ser amada e protegida. Crianças sonham alto, têm desejos e não entendem diferenças de classes sociais.
bebe

Vejo muitas pessoas que geraram vidas mas não souberam ser pais. Também vejo muitos que nunca puderam dar a luz a um filho, mas cuidaram daqueles que foram deixados para trás por aqueles que lhes geraram. Não dá pra julgar o próximo, não dá para dizer quem está pronto ou não está. Relacionamento não é treinamento para paternidade, casar não torna nenhuma mulher apta a ser mãe. A experiência de vida de uma pessoa não a classifica para um futuro incerto, ser pai e ser mãe também significa lidar com o desconhecido.

É preciso ter coragem para reger outra vida, passar noites em claro, deixar a vaidade de lado para ver alguém ter um sono tranquilo. Ter um filho é uma benção, ser pai e mãe é um dom lindo que apenas quem recebe pode dizer: sim, eu quero essa dádiva.

Juliana Torres 

 

 

 

Compartilhe