Como dizia Fernando Pessoa “Ler é sonhar pela mão de outrem” e sem dúvida alguma o livro ‘Eu vi a rua envelhecer‘ nos traz esse sentimento: sonhar e viver através da escrita. O livro é uma coletânea de 50 textos produzidos por Felipe Sandrin que falam de temas diversos do cotidiano, proporcionando reflexão, encorajamento e expandindo nosso conhecimento e visão sobre a vida.

O livro é divido em três capítulos: textos de 2014, 2013 e 2012. No final de alguns textos você encontrará notas onde o autor detalha e aprofunda ainda mais algumas reflexões. Em sua maioria, ele é composto por pequenas histórias que geram emoção e identificação, fazendo com que embarquemos nas palavras e retornemos a diversas fases de nossas vidas. O autor trabalhou nos detalhes com tanta franqueza, que nos nos deixa com saudades de alguns momentos e dispostos a nos preparar para o que o futuro nos reserva.

Sobre o autor:
Felipe Sandrin: Escritor, palestrante, músico, compositor e ex-colunista do jornal Serranossa do Rio Grande do Sul. Atualmente lançou seu CD ‘Adeus Astronautas‘ que você pode conferir clicando aqui. Ele também posta diversos textos diariamente no seu Facebook onde você pode acompanha-lo seguindo seu perfil, veja aqui.
Minha música favorita do CD é a faixa 5: Sabe bem. Enquanto ao livro fica difícil selecionar um texto específico, mas posso destacar alguns por aqui: ‘Dois corações e a maquina do tempo’, um texto que me fez refletir e me encontrar em várias atitudes descritas pelo autor; ‘A virtude está no meio’, foi o texto que expressou exatamente o que eu precisava ouvir de um amigo, que por hora foi este livro; ‘ Por que a humanidade se detesta?’, uma das melhores reflexões que já li; ‘Alguém quer um guarda-roupa?’, para mim, um dos melhores textos do livro.

Se eu fosse definir a leitura desses textos em uma palavra eu diria Reencontro. O livro me fez lembrar de coisas sobre mim que o tempo havia levado, me fez questionar pensamentos, certezas e atitudes que me faziam andar em círculo, também me inspirou e incentivou a lutar pela minha essência e sonhos. Indico a leitura para todas as pessoas que desejam descobrir a melhor versão de si mesma.

Juliana Torres 

Compartilhe