Recentemente liberei aqui no blog o passo a passo para retirada do passaporte, o que eu ainda não havia contado é para onde eu iria. Nesse momento estou no Canadá e vim compartilhar com vocês como tirar o visto canadense para turismo de maneira ágil e sem dores de cabeça. 

Eu e meu marido optamos por terceirizar o serviço. Contratamos a empresa Netvistos, uma assessoria de vistos online. Fiz contato por WhatsApp e no dia seguinte eles retornaram me passando todas as informações. O processo de vistos começa a partir do pagamento do serviço da assessoria, que pode ser feito por depósito/transferência ou via cartão de crédito.

Após enviar o comprovante de pagamento, começam os trâmites legais. A primeira etapa consiste no preenchimento dos formulários canadenses traduzidos. Nessa fase eu aconselho, mesmo com assessoria, que você pesquise na internet o modelo correto para preenchimento. Quanto mais coerente e verdadeiro você for, maior a chance de aprovação do visto. Não recomendo preenche-los de maneira rápida, revise quantas vezes for preciso e não economize dúvidas.
Depois que enviei as informações preenchidas, eles pedem o prazo de dez dias para revisão dos dados. A própria assessoria passa suas informações para o formulário padrão que será enviado ao consulado, porem, essa parte requer cuidado dobrado.

O visto canadense não requer entrevista. Após ter o formulário padrão preenchido corretamente, basta imprimi-lo, assina-lo, revisá-lo e envia-lo para a empresa via Sedex junto do passaporte, duas fotos 3×5, mais a lista de documentos informados. A própria assessoria entrega os documentos ao consulado e depois é só pagar o Sedex e receber o passaporte com visto em casa.
Importante: Quando recebi o formulário padrão da assessoria, muitos dos meus dados estavam errados. Ou seja, mesmo eu tendo enviado todas as informações antes para a empresa, o meu documento foi preenchido de maneira incorreta por eles. Estou repassando essa informação á vocês para alertar: revisem todos os campos do formulário antes de imprimir e enviar. No meu caso, entrei em contato, eles corrigiram e me reenviaram para impressão. Dica: faça tudo sem pressa, isso poderia ter custado um visto negado por informações inconsistentes.

Outra informação muito importante antes de dar entrada no processo de visto é: planeje-se financeiramente. Limite de cartão de crédito, poupança, imóveis no seu nome, holerites e extratos bancários dos últimos três meses… Tudo isso vai te ajudar a garantir sua aprovação.

Caso você já tenha os vouchers das passagens aéreas e hospedagem também podem te ajudar. Isso significa que sua comprovação financeira será apenas para manter-se no país, logo, não precisa de valores tão exorbitantes. Envie tudo junto dos formulários para o consulado.

Comprovação de vinculo no pais é algo importante para ressaltar. No meu caso, usei declaração estudantil e meu marido solicitou uma carta da empresa contendo todos os dados da organização, inclusive o período que ele deveria retomar suas atividades, já que ele estava saindo de férias.
Nossos vistos foram aprovados na mesma semana. Planejamos essa viagem a quase um ano e procuramos enviar o máximo de comprovantes e documentos que transparecessem estabilidade. Acredito que ser verdadeiro e ter um bom planejamento foram a base para que tudo desse certo.

  • Informações Úteis:

Site Netvistos: AQUI.

Valor médio da assessoria R$: 371,00.

Valor do visto (depositado para o Consulado Canadense) R$: 334,78

Valor médio para comprovação de renda (base que usamos com passagens aéreas e hospedagens já pagas) CAD $: 150,00/dia por pessoa.

Beijos Coloridos,

Juliana Torres 

Compartilhe