Se você pretende viajar para o Canadá, viver lá ou já foi, com toda certeza irá se identificar com esse post. Recentemente fiquei duas semanas na cidade de Victória, BC-Canadá e observei alguns costumes e curiosidades que hoje venho compartilhar com vocês. Inicialmente, a primeira sensação é um choque cultural, não apenas pelo idioma, mas a postura em geral da população. Então vamos aos tópicos para entender o que tanto muda com relação ao Brasil.

  1. Pagamentos e compras: Alguns lugares permitem que o próprio cliente efetue a compra do produto, sem caixas ou atendentes. No caso do supermercado, fui visitar o Walmart e lá haviam terminais onde os clientes pesavam as frutas, passavam seus próprios produtos e pagavam com seus cartões (lá também existiam caixas atendendo). Já nos terminais de trem e ônibus o próprio passageiro compra sua passagem, que fica válida para transporte por 90 minutos. Não tem cobradores nos ônibus e os motoristas não recebem nenhum dinheiro das pessoas.
  2. Transporte: Existem poucos táxis lá comparando ao Brasil, também não vi o Uber ser usado por lá. Um dos fortes de Vancouver é o transporte marítimo, seja por balsas, táxis “marítimos” ou o chamado Sea Bus, que nada mais é do que uma balsa rápida, que por dentro parece um ônibus gigante.
  3. Comida: O café da manhã lembra o estilo americano, porém, eles usam o molho canadense chamado Maple Syrup em quase tudo, feito com as folhas da famosa árvore-simbolo do país, Acer. O Almoço é bem diferente do brasileiro, envolve massas, lanches e saladas. A única refeição que se assemelha com a nossa é a “janta” que costuma ser servida em torno das 17 horas. Um detalhe importante é sobre o café: para quem ama o famoso café brasileiro, pode confundir o café canadense com chá (por experiencia própria) – é bem mais suave. Açúcar e condimentos também são usados de maneira diferente. Os doces são muito suaves comparados ao Brasil, e os temperos que mais se destacam são mais azedos, como vinagre e limão, ou picantes.
  4. Educação: Esse é um tópico difícil de falar, pois é impossível fazer comparações entre um país de primeiro mundo e o Brasil – entendo que nossa educação está comprometida desde a questão cultural/social e econômica. Por isso não vou fazer comparações aqui, apenas esboçar alguns pontos que achei muito diferentes com nossos costumes.
    » “Thank you” ao sair das conduções: Chega a ser engraçado, mas é costume sempre agradecer o motorista do ônibus ao sair – mesmo que ele não escute. Amei! Isso mostrou o respeito que o profissional recebe.
    » Crianças: É espantoso o comportamento das crianças. Me deparei com inúmeras enquanto estive lá e não vi nenhuma, em momento algum, desacatando os pais, se jogando no chão, ou falando “dois, três” quando os pais diziam “um”. Outro ponto (que amei), é a maturidade na fala. É normal aqui no Brasil as crianças usarem vozes de bebê, mesmo depois de maiores, lá não. Crianças de três anos pronunciam as palavras de maneira perfeita, sem tentar inferiorizar a idade que possuem.
    » Cada um com a sua vida: Me deu vontade de cancelar o voo de volta quando me dei conta que há dias ninguém me media na rua, olhava meu sapato ou fazia “caras e bocas” pro look que eu usava. Foi quando me dei conta e passei a reparar que: ninguém ta nem ai se você veste Calvin Klein ou jeans sei lá de onde! As pessoas simplesmente cuidam da própria vida.
    » Ajudar o próximo: Apesar das pessoas cuidarem apenas de si, quando se trata de ajudar/orientar o próximo os canadenses são extremamente generosos. Desde o dia que cheguei ao país até o embarque de retorno, sempre apareceram pessoas ao ver minha cara e do Paulo de perdidos para nos auxiliar. Era espontâneo, e também admirável.
    *Foto de uma escola em Victória.
  5. Segurança e preconceito: Não da pra finalizar o post sem falar de segurança e preconceito. No primeiro dia que estive lá, estava no shopping quando avistei uma mulher deixando a carteira dela aberta em cima do balcão enquanto olhava alguns produtos, e adivinhem? Ninguém mexeu! Nem se quer olharam pra carteira. Eu imaginei ai, que eu estava sonhando… Isso se repetiu numa segunda loja que visitei em Vancouver.
    Quando pegamos nossa primeira balsa, uma senhora pediu ao meu marido que cuidasse da bolsa dela com carteira, documentos e etc, enquanto ela ia ao banheiro. Acho que já deu pra entender, né?
    Falando de preconceito: chineses, japoneses, indianos, canadenses, brasileiros etc. Todos convivendo no mesmo local. Em resumo, chorei no voo de volta! Não porque não amo nosso país ou brasileiros, mas pela tristeza que é ver uma nação tão incrível como a nossa vivendo com tão pouco, se acostumando com o sofrimento e tendo a felicidade podada dia após dia.

Em resumo, é outro tipo de cultura, completamente diferente da nossa. Tudo muda, desde a economia, classes sociais etc. Espero que tenham gostado, qualquer pergunta deixem nos comentários.

Beijos coloridos,

Juliana Torres 

 

Compartilhe

Viagens nacionais e internacionais exigem preparo e organização, de maneira a facilitar a rotina no destino desejado e claro, sem exceder o peso da bagagem. Separei nesse post algumas dicas e itens essenciais para qualquer viagem, então separa o passaporte e vem comigo.

  1. Mala de mão: Leve na mala de mão apenas os itens mais essenciais e valiosos, como, documentos, jóias, eletrônicos, remédios, um kit banheiro (escova de dentes, creme dental, fio dental, desodorante etc), fones de ouvido, alguma distração (livros, revistas etc), uma troca de roupas caso sua mala atrase (chinelo, lingeries etc), hidratantes (labial, corporal) e caneta. No caso de voos internacionais você pode pegar alguma alteração na temperatura, então uma blusa de frio nesses casos é muito bem vinda. Para voos muitos longos também recomendo um protetor de ouvido, almofada de voo e uma máscara de dormir – pode te ajudar muito.
  2. Mala grande: Para as malas grandes recomendo que você use embalagens a vácuo para embalar as roupas. Elas facilitam a organização, além de economizarem um grande espaço na bagagem. O conteúdo dessa mala vai depender do destino e tempo de viagem, mas de maneira geral, indico que você procure produtos menores para transportar, além de vedá-los bem para evitar que estourem ou abram sujando toda a mala.
    Programe seus looks com antecedência, levando apenas o essencial a viagem. Foque nos locais que deseja frequentar e principalmente no conforto para desfrutar seus passeios.
    Se sua viagem for internacional, invista em Tag de malas para facilitar a identificação e cadeados TSA (permitem que os agentes do aeroporto abram sua mala caso seja necessário, o que evita que a danifiquem, além de garantir maior segurança de seus pertences).

Se você irá levar medicamentos, procure transporta-los em sua embalagem original. No caso de medicamentos controlados, leve sempre a receita médica com você.

Uma dica que amo e facilita muito a arrumação das malas na volta, é fazer uma lista com checklists dos itens que levei (5 camisetas, 2 tênis etc), isso evita esquecer pertences nos hotéis, pousadas ou casas por ai.

Tem alguma dica importante de viagem? Deixe nos comentários.

Beijos Coloridos,

Juliana Torres 

 

 

 

 

Compartilhe

Recentemente liberei aqui no blog o passo a passo para retirada do passaporte, o que eu ainda não havia contado é para onde eu iria. Nesse momento estou no Canadá e vim compartilhar com vocês como tirar o visto canadense para turismo de maneira ágil e sem dores de cabeça. 

Eu e meu marido optamos por terceirizar o serviço. Contratamos a empresa Netvistos, uma assessoria de vistos online. Fiz contato por WhatsApp e no dia seguinte eles retornaram me passando todas as informações. O processo de vistos começa a partir do pagamento do serviço da assessoria, que pode ser feito por depósito/transferência ou via cartão de crédito.

Após enviar o comprovante de pagamento, começam os trâmites legais. A primeira etapa consiste no preenchimento dos formulários canadenses traduzidos. Nessa fase eu aconselho, mesmo com assessoria, que você pesquise na internet o modelo correto para preenchimento. Quanto mais coerente e verdadeiro você for, maior a chance de aprovação do visto. Não recomendo preenche-los de maneira rápida, revise quantas vezes for preciso e não economize dúvidas.
Depois que enviei as informações preenchidas, eles pedem o prazo de dez dias para revisão dos dados. A própria assessoria passa suas informações para o formulário padrão que será enviado ao consulado, porem, essa parte requer cuidado dobrado.

O visto canadense não requer entrevista. Após ter o formulário padrão preenchido corretamente, basta imprimi-lo, assina-lo, revisá-lo e envia-lo para a empresa via Sedex junto do passaporte, duas fotos 3×5, mais a lista de documentos informados. A própria assessoria entrega os documentos ao consulado e depois é só pagar o Sedex e receber o passaporte com visto em casa.
Importante: Quando recebi o formulário padrão da assessoria, muitos dos meus dados estavam errados. Ou seja, mesmo eu tendo enviado todas as informações antes para a empresa, o meu documento foi preenchido de maneira incorreta por eles. Estou repassando essa informação á vocês para alertar: revisem todos os campos do formulário antes de imprimir e enviar. No meu caso, entrei em contato, eles corrigiram e me reenviaram para impressão. Dica: faça tudo sem pressa, isso poderia ter custado um visto negado por informações inconsistentes.

Outra informação muito importante antes de dar entrada no processo de visto é: planeje-se financeiramente. Limite de cartão de crédito, poupança, imóveis no seu nome, holerites e extratos bancários dos últimos três meses… Tudo isso vai te ajudar a garantir sua aprovação.

Caso você já tenha os vouchers das passagens aéreas e hospedagem também podem te ajudar. Isso significa que sua comprovação financeira será apenas para manter-se no país, logo, não precisa de valores tão exorbitantes. Envie tudo junto dos formulários para o consulado.

Comprovação de vinculo no pais é algo importante para ressaltar. No meu caso, usei declaração estudantil e meu marido solicitou uma carta da empresa contendo todos os dados da organização, inclusive o período que ele deveria retomar suas atividades, já que ele estava saindo de férias.
Nossos vistos foram aprovados na mesma semana. Planejamos essa viagem a quase um ano e procuramos enviar o máximo de comprovantes e documentos que transparecessem estabilidade. Acredito que ser verdadeiro e ter um bom planejamento foram a base para que tudo desse certo.

  • Informações Úteis:

Site Netvistos: AQUI.

Valor médio da assessoria R$: 371,00.

Valor do visto (depositado para o Consulado Canadense) R$: 334,78

Valor médio para comprovação de renda (base que usamos com passagens aéreas e hospedagens já pagas) CAD $: 150,00/dia por pessoa.

Beijos Coloridos,

Juliana Torres 

Compartilhe

Recentemente tirei o meu passaporte e hoje venho compartilhar com vocês um passo a passo para facilitar o processo, bem como sanar algumas dúvidas e curiosidades sobre o documento.

O Passaporte Brasileiro é um documento válido em território Nacional e Internacional por dez anos, não sendo necessário para voos dentro do Brasil e países do Mercosul, podendo ser substituído nesses destinos pelo RG (saiba mais AQUI). Caso você já possua o documento, não precisa de visto para conhecer esses países.
Outra curiosidade sobre os países do Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Chile, Peru, Colômbia e Equador), é que você pode fazer compras a vontade. O acordo defende o livre comércio sem tarifas. Caso você ame sua viagem, também pode solicitar ao país a residência temporária. Esta, é válida por dois anos, onde dentro desse período o cidadão pode solicitar a residencia permanente (saiba mais AQUI).
Para tirar o Passaporte é necessário acessar o site da Polícia Federal, preencher o formulário e efetuar o pagamento da taxa (atualmente R$257,25). Após, o cidadão deve aguardar o prazo de 48 horas úteis para compensar o pagamento, retornar ao site no menu agendamento e escolher a melhor data e local para entrega da documentação e entrevista (Links disponíveis abaixo).

A entrevista é bem simples e rápida. Todos são atendidos mediante agendamento, o que agiliza e muito o processo. Ela é realizada em um dos postos da Polícia Federal. Basicamente, eles recolhem os documentos, tiram uma foto e recolhem sua assinatura digital.

Para o agendamento, é importante que você guarde o número de protocolo da GRU (guia de recolhimento da União, ou boleto do passaporte). Caso tenha que alterar a data, o serviço é disponibilizado no próprio portal da PF.
A retirada do passaporte é realizada no mesmo posto da entrevista. No meu caso, ele ficou pronto em duas semanas. Você também receberá um protocolo nesse dia contendo a data em que ele será expedido, sendo este necessário para a retirada do documento.

O processo é simples e leva em média um mês, tudo depende da disponibilidade das datas. Agora é só faze as malas e aproveitar o melhor que a vida pode te dar: experiência.

  • Links Úteis:

Formulário de cadastro PF: AQUI.

Documentação necessária para o passaporte: AQUI.

Agendamento da entrevista: AQUI.

Reagendamento da entrevista: AQUI.

Beijos Coloridos,

Juliana Torres 

Compartilhe

Na terra da garoa, subindo as montanhas, se encontra um pequeno paraíso chamado Campos do Jordão ou Suíça brasileira. Frio, neblina pela manhã, cheiro de pinheiro no ar, parques, contato direto com a natureza…Confira nesse post o que você pode encontrar nesse lugar.

No vlog abaixo mostro Capivari, o parque dos elefantes, Morro dos elefantes, teleférico, compras etc.

https://youtu.be/eKxOHeQXesM

Além dos locais citados no vídeo, a cidade também oferece as atrações abaixo:

  • Parque floresta encantada;
  • Borboletário;
  • Cachoeira Ducha de Prata;
  • Passeio de bondinho;
  • Passeio de trem (com vista incrível das montanhas);
  • Visita a fábrica de cervejas Baden Baden;
  • Parque Tarundu (onde você encontra tirolesa, patinação no gelo etc. Para ver todas atividades clique AQUI);
  • Gastronomia típica da região, entre outros.

Confira algumas fotos tiradas nessa viagem. Para ver mais confira diretamente no Instagram:

image2 (1) image3 (1) image3image7

Itens comprados na viagem:

IMG_6760 IMG_6758

Qual seu passeio preferido de Campos do Jordão?

Beijos,

Juliana Torres

Compartilhe
Ir para o TOPO
Receba novidades por E-mail!
Unicórnio Fofinho